Espetáculos

Conheça cada detalhe de todos os nossos espetáculos

ISSO É COISA DE CRIANÇA

Após a realização de dezenas de oficinas para crianças de Centros de Acolhimento da Prefeitura de São Paulo, o espetáculo foi concebido com o objetivo de materializar, nos palcos, as ideias criadas por elas, em seus exercícios. Exibimos, nessa peça, um desfile da mais alta criatividade que, ousamos dizer, não seria criada por adultos. Estão em cena o bule que produz o suco da imaginação, um ballet de peixes sapatos, uma revoada de gaiolas livres como as almas dos pássaros que ali viveram, a gravata que é uma cobra a enforcar o papai todos os dias, o menino que pulava até as nuvens, entre outras propostas das crianças, em bonitas cenas, cheias de humor e muita poesia.

A imprensa comenta

 

O espetáculo é bem tocante, pois nasceu a partir de cenas sugeridas por crianças, em oficinas prévias realizadas pelo grupo. Grande sacada é exibir, no final, cenas gravadas durante essas oficinas, mostrando ao público os momentos exatos em que cada história surgiu. Impossível não se encantar e não se emocionar.

DIB CARNEIRO NETO - 27/03/2018

 

Que histórias podem ser contadas com um pé de sapato, uma bandeja, duas raquetes e algumas caixas de papelão? No novo espetáculo da companhia Truks, são diversas as narrativas curtas e envolventes que surgem dos objetos manipulados por um quarteto de atores que se divertem (e nos divertem) muito em cena. Delicioso convite a imaginar, a peça traz a linguagem da simplicidade, a mesma falada pelas crianças e pelo brincar.

GABRIELA ROMEU - 03/03/2018

FICHA TÉCNICA

 

DIREÇÃO E COORDENAÇÃO GERAL DO PROJETO: 

HENRIQUE SITCHIN

 

ELENCO: 

AGUINALDO RODRIGUES, DRIELY PALÁCIO, GABRIEL SITCHIN E ROGÉRIO UCHOAS

 

ROTEIRO E CENOGRAFIA: 

AGUINALDO RODRIGUES, DRIELY PALÁCIO, GABRIEL SITCHIN, HENRIQUE SITCHIN E ROGÉRIO UCHOAS


TRILHA SONORA: 

HENRIQUE SITCHIN E AGUINALDO RODRIGUES


ILUMINAÇÃO: 

CAMILA JORDÃO


OPERAÇÃO DE SOM E ILUMINAÇÃO: 

JOÃO SANTIAGO

CIDADE AZUL

Boa noite, tive a oportunidade de assistir ao espetáculo \"Cidade Azul\" no Céu Vila Formosa esta semana, fiquei maravilhada, parabéns pelo trabalho, tudo muito lindo, perfeito. \r\nQue os \"ANJOS\" estejam sempre iluminando vossos corações.\r\n\r\nFelicidadessssssssssssssssssssssss

Maria Elena - 27/06/2014

A BRUXINHA

"Muito obrigado pelo teatro. A telinha do 'ratão' é para o homem de dentro ver. O 'ratão' não existe! A bruxinha é legal e gostei do plano do Leão. Gostei muito. O 'ratão' ficou do bem!". Essas foram as palavras do meu filho Leonardoanos). Ele gostou da apresentação que vocês fizeram em Taubaté dia 11/1/2015. Ficou impressionado com o "homenzão" que ele chamou de "ratão" por isso dissemos que "é teatro e ele é apenas um personagem". A cia. de vocês é famosa e fizemos questão de levar nosso filho para vê-los. Parabéns pelo trabalho. Sucesso sempre.

Leonardo Medeiros - 12/01/2015

EXPEDIÇÃO PACÍFICO

Dia 24/01, 15:00 horas, começava um espetáculo que me surpreendeu absurdamente: "Expedição Pacífico" (no Festival Em janeiro teatro pra criança é o maior barato, em São José do Rio Preto, SP). Quanta delicadeza, quanta informação, quanta realidade sem que nenhuma palavra tivesse de ser dita. Minha filha, Luisa, tem apenas 6 anos e se impressionou com a peça. Primeiro por não haver falas, segundo porque os personagens estavam com fome e não tinham o que comer, depois com a magia da imaginação que transformava plástico em quase tudo o que se queria. Riu com a galinha, maravilhou-se com a bailarina, surpreendeu-se com outros animais e desesperou-se com a gaivota coberta de óleo. Sim, desesperou-se, chorou e não conseguia entender por que estavam sujando o oceano. Mais ao fim do espetáculo, quando a esperança havia brotado da semente e os personagens estavam finalmente felizes embaixo da árvore, veio um mar de lixo e ela voltou a chorar e a não querer ver uma montanha de plástico se formar no oceano. Conheço minha filha, ela chorava mesmo, não era exagero dela. De repente, tudo o que sempre conversamos sobre a necessidade de preservar a natureza, de reciclar e de não consumir tanto passou a fazer sentido para ela, pois até então era algo distante dela, um discurso somente. "Expedição Pacífico" foi um choque de realidade que mostrou ser verdade tudo o que eu e o pai dela falávamos. E ela entendeu, mas creio que também se sentiu impotente, porque viu que o lixo era muito. Terminada a peça, fomos tirar fotos com os atores (Gabriel e Rogério) e ela ainda chorava. O que posso dizer? Os dois foram muito carinhosos com a Luisa, consolaram-na e disseram que é possível fazer algo, que se cada um fizer sua parte, a poluição vai acabar. Depois da conversa, ela se acalmou, mas reforcei a ideia de que os personagens não tinham nem mesmo o que comer e que sofriam por conta do consumismo de todas as outras pessoas, que para eles sobrava apenas o lixo, mas que plástico não se come. Falei sobre dividir e ela, que comia um lanchinho, olhou para a comida e disse: "Devia ter divido com eles, eles ainda estão com fome". Parabenizo pelo lindo trabalho, nós amamos.

Cristiane (mãe da Luisa de São José do Rio Preto) - 27/01/2017

CIDADE AZUL

Assisti ao grupo no sesc arsenal em Cuiabá. Fiquei encantada com a energia, delicadeza, humor, alegria e magia transmitidas pelo grupo. Me fez sonhar e certamente agradou e divertiu a minha criança interior. Além das crianças presentes que interagiram de modo fácil com eles. Parabéns vcs são muito especiais !!!

Liliane lis - 14/10/2016

FIQUE VIVO

Uma tarde no SESC em sao jose do rio preto/sp. Duas filhase 5 anos). Uma peça: Construtorio. Risos e alegria, com a fantasia estimulada, e o brincar de \"faz de conta\" incentivado - envolvimento pleno da plateia, de todas as idades. Parabens pelo belo trabalho - espero que \"até breve\"!

Carolina A. - 29/06/2014

Usamos cookies para personalizar o conteúdo, acompanhar anúncios e oferecer uma experiência de navegação mais segura a você. Ao continuar navegando em nosso frontend você concorda com o uso dessas informações. Leia nossa Política de Privacidade e saiba mais.